MULHER EMPREENDEDORA: DANIELA RESCHKE CONTA COMO FOI ABRIR UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA

Me chamo Daniela Reschke, tenho 24 anos, moro em Montenegro, RS. Sou formada em Arquitetura e Urbanismo pela UNISINOS (2016/1). Atuo na área desde a época do estágio curricular, iniciado em 2014, e atualmente exerço minha profissão em meu próprio escritório.


Daniela Reschke

Atualmente possuo meu próprio local de trabalho, inaugurado recentemente (Abril de 2018), onde me direcionei para a área de interiores, atuando nas áreas residenciais, comerciais e coorporativas. Como complemento aos serviços de arquitetura, trabalhamos com linhas de estofados, acabamentos e decoração, além de uma vasta gama de fornecedores parceiros disponíveis a oferecer o serviço mais completo ao cliente final.


Nosso cantinho de projetos

A paixão por decoração e organização vem desde muito nova, quase que de família. Na época da escola já sabia que me direcionaria para tais áreas. No início iria partir para o design de interiores, mas com muitas conversas com meus pais, acabei me direcionando para a arquitetura, que me daria um leque muito maior de opções de trabalho no futuro. Foi tiro certo! Mergulhei na área e acabei me apaixonando ainda mais pelos projetos de interiores, como já previsto. Desde então, tenho buscado diversas formas de crescer dentro da minha profissão, visando minha total satisfação e amor em projetar e em levar essa paixão a todos meus clientes.
Em vista disso, no início de 2017, após quase um ano de formação e trabalhando em casa, decidi que queria abrir algo meu, para ganhar mais visibilidade, experiência e retorno profissional. Em Setembro do mesmo ano, inaugurei meu “primeiro” escritório com uma colega de profissão, onde pude amadurecer em muitos aspectos, ficar mais próxima dos clientes, conhecer novas formas de projetar, novos fornecedores, enfim… Após quase 6 meses, devido à situações pessoais, decidi e precisei desfazer a sociedade, com muita dor no coração, mas crendo no que Deus, o Universo, as forças maiores (seja lá o que cada um crê) tinha reservado para mim.
Em pouco tempo depois, Março desse ano, já estava com um local novo, pronto para repaginar e voltar ao trabalho. Inaugurei esse espaço em Abril, onde desde então só venho aumentando meu crescimento profissional.


Um pouco da linha de móveis sob medida que tenho. Esse móvel foi criado por mim, exclusivamente para esse cliente.

A decisão de empreender “sozinha” dá sempre um medinho. Medo de não ser bem aceita, medo das coisas desandarem, e por aí vai. Nessa hora o que mais me ajudou foi o apoio dos meus pais e do meu amor Felipe Cittó, que me incentivaram a não parar, arcando com parte dos meus investimentos e acreditando, mais que eu, que daria certo. E tem dado, e não consigo estar mais feliz. Temos muitos compromissos a honrar “sozinhos”, mas o que faz a diferença nessa hora é saber que tudo depende somente de nós pra dar certo. Não tem nada que não possamos fazer, basta confiar no nosso potencial e não se preocupar com a velocidade que os dias vão passando. Viver um dia de cada vez e absorver o máximo de tudo que sua profissão pode te oferecer é a única coisa a ser feita. Acreditem, vale muito a pena todo o esforço e trabalho que levo pra casa.


Nosso estande no evento DAYOFF, evento de jovens empreendedores da cidade (Montenegro)

As principais dificuldades que encontrei desde que resolvi empreender sozinha foram:
* Períodos de adaptação com contabilidade: até então nunca tive um contato direto com esse tipo de serviço. Muita coisa tive que aprender a fazer sozinha.
* Administrar contas: é inevitável o aumento nas contas… No início tudo parece mais difícil, principalmente pra quem trabalhava em casa, devido aos investimentos, e a vezes o retorno completo demora a vir. O que fez a diferença pra mim, nessa hora, foram as boas negociações que consegui fazer durante a montagem do meu espaço. Prazos estendidos e descontos para pagamentos à vista fizeram a diferença na hora desse “saldo devedor”.
Fora isso, só alegria! A maior vantagem, e a parte mais gratificante de tudo isso, é poder ter o SEU NEGÓCIO! Saber que você é a responsável por tudo, tendo a flexibilidade de horários que quiser, quantas pausas no trabalho quiser, receber em seu estabelecimento quem bem entender! Pra mim, que trabalho com a criatividade, quanto mais inspirações externas melhor, logo, a monotonia, aquele estresse de bater meta, cumprir tantas horas de trabalho, hoje, não existem mais! Consigo trabalhar muito mais leve e tranquila.


Um pouco de antes, durante e depois

Se eu puder dar um conselho pra quem está indeciso é: SE ARRISQUE. Claro, dentro da realidade de cada um. Se eu não tivesse o apoio financeiro dos meus pais, certamente sozinha não teria conseguido.
Mas há tentas formas de empreender, que não necessariamente em um espaço físico. Dá tranquilamente pra adaptar algum espaço que você já tenha, em uma mini empresa em casa mesmo (qualquer coisa entra em contato que te ajudo com o layout hahaha). Só não deixe o medo te impedir de tentar as mais diversas possibilidades!

Onde achar a Dani:

E-mail: arq.dreschke@gmail.com
Telefone: (51) 9 9886-4640
Redes sociais:
facecook.com/arq.dreschke
@arq_danielareschke

ARTIGO RELACIONADO

Written By

Botica Beauté

administrator

Be the first to comment “MULHER EMPREENDEDORA: DANIELA RESCHKE CONTA COMO FOI ABRIR UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA”

"" was added to wishlist