ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL VAI ALÉM DOS NUTRIENTES, POR HÉLLEN TRAMONTIN

Quando escutamos ou lemos sobre alimentação saudável, o que geralmente é pautado: os alimentos e seus nutrientes, lista de alimentos “proibidos” e “permitidos”, incentivo a proibições/restrições alimentares (agora é cortar carboidrato, antigamente era a gordura, mas agora gordura pode)… Cada ano um pode e outro não pode, não é mesmo?

Infelizmente fomos incentivados a acreditar que a salada é a salvação e o hambúrguer é o vilão. Mas será que é mesmo assim?

 

Fotos: Neven Krcmarek e Carles Rabada

 

O último Guia Alimentar para a População Brasileira (2014), fala que “Alimentação é mais que a ingestão de nutrientes”, e que alimentação saudável é: harmônica em quantidade e qualidade, atende aos princípios da variedade, moderação e prazer, considera a individualidade e o contexto em que vive.

E quando pensamos no conceito da Organização Mundial da Saúde (OMS), que considera saúde como um estado completo de bem estar FÍSICO, MENTAL e SOCIAL. Já podemos perceber que a visão geralmente divulgada é restrita e que não considera a alimentação e saúde no seu todo.

Um prato de salada consumido sem apreciação, prazer e por obrigação pode não ser saudável, e um hambúrguer consumido com atenção, moderação e prazer pode ser saudável. E vice-versa.

 

Foto: Luísa Schetinger

 

Percebe que quando consideramos a alimentação e saúde em seu todo, não existe alimento permito ou proibido, que lhe engordam ou emagrecem e nem alimentos milagrosos ou vilões. E o mais importante, que há espaço para todos os alimentos em uma alimentação saudável e adequada. Melhor ainda se compartilhada!

 

Foto: David Calderón

 

Permita-se a mudar a perspectiva, comece a observar COMO você se alimenta e não apenas O QUE você come. Considere a sua relação com a comida, observe os comportamentos e crenças. Respeite fome, preferências, emoções, sentimentos, prazeres, satisfação e etc.

 

E lembre-se:

 

“Uma alimentação saudável deve ser variada, equilibrada e consumida com prazer e com atitudes adequadas, por exemplo, comer sem culpa. O comportamento é tão importante quanto o nutriente!”

Sophie Deram

 

Héllen Tramontin – Nutricionista Clínica

Pós Graduanda em Comportamento Alimentar – IPGS

Sapucaia do Sul

 

Conheça o trabalho da Héllen no Instagram e no Facebook!

ARTIGO RELACIONADO

Written By

Botica Beauté

administrator

Be the first to comment “ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL VAI ALÉM DOS NUTRIENTES, POR HÉLLEN TRAMONTIN”

"" was added to wishlist