JÁ OUVIU FALAR EM ECZEMA? SAIBA O QUE É E QUAIS SÃO OS TIPOS – PARTE 1

Nas próximas semanas, a pedido de nossas seguidoras do Instagram, nós vamos falar sobre algumas condições e tipos de pele. Nosso primeiro assunto é o eczema, o que é e quais são seus tipos. Na sequência, também teremos posts com dicas e tratamentos disponíveis, além de posts sobre outros assuntos, como acne e pele oleosa!

 

A palavra “eczema” tem origem grega e significa “ferver” ou “transbordar”. O eczema consiste em uma condição de pele crônica e com múltiplas causas, caracterizada por lesões que coçam e escamam, como mostra a imagem abaixo. A condição costuma afetar as superfícies de dobra do corpo, mas pode ainda atingir pescoço, pálpebras, testa, face, pulsos, pés e mãos. Trata-se de uma condição de pele comum, afetando crianças e adultos com prevalência de 1 a 20% no mundo.

Fonte: Berke, Singh e Guralnick (2012, p. 36)

Acredita-se que a condição seja ocasionada por um defeito genético na proteína filagrina causando o rompimento da epiderme. O rompimento da epiderme resulta em contato entre células do sistema imunológico e antígenos do ambiente externo, levando à coceira e inflamação. O ato de coçar causa um aumento no rompimento da barreira epidérmica da pele, caracterizando um ciclo.

Com relação aos tipos, o eczema pode ser divido em endógeno e exógeno. No eczema endógeno não são encontradas causas externas para a doença, sendo assim, acredita-se que este tipo de eczema ocorra por fatores constitucionais internos e tenha influência genética. O eczema endógeno pode ser encontrado em diferentes formas, sendo as principais os eczemas atópico e seborreico.

– Eczema atópico: é uma das formas mais comuns e não existe uma característica única para este tipo de eczema, mas uma série de achados que sugerem o diagnóstico. Para o diagnóstico deste tipo de eczema, considera-se que o paciente deve apresentar pelo menos três dos seguintes sintomas: prurido (coceira), antecedentes pessoais ou familiares de distúrbios atópicos, curso crônico ou recidivas crônicas e distribuição e morfologia típicas.

– Eczema seborreico: O eczema seborreico apresenta áreas de descamação, margens vermelhas e pode ou não apresentar escamas amareladas. Sua distribuição é mais característica de áreas ricas em glândulas sebáceas, como o couro cabeludo, tórax e axilas. Acredita-se que uma levedura pode participar deste tipo de eczema, explicando porque o cetoconazol parece apresentar benefícios no seu tratamento.

Outros tipos de eczema endógeno são eczema numular, pontofolix, líquen simples crônico, eczema asteatósico, eczema gravitacional e dermatose plantar juvenil.

O eczema exógeno, por outro lado, é causado pela exposição da pele a agentes ambientais. Dois tipos importantes de eczema exógeno são as dermatites de contato irritativa e alérgica.

– Dermatite de contato irritativa: este tipo de dermatite é uma das principais causas de dermatite industrial. Habitualmente é provocada por irritantes fracos que em contato com a pele por tempo suficiente provocam uma reação eczematosa.

– Dermatite de contato alérgica: este tipo de dermatite é causado por uma reação de hipersensibilidade do tipo tardio, após exposição a um antígeno. A sensibilidade pode ser desenvolvida após um curto período de tempo ou após anos de exposição regular ao antígeno.

Outros tipos de eczema exógeno são fotodermatites e dermatofítides.

 

Siga-nos no Instagram e Facebook! 🙂

ARTIGO RELACIONADO

Written By

Botica Beauté

administrator

Be the first to comment “JÁ OUVIU FALAR EM ECZEMA? SAIBA O QUE É E QUAIS SÃO OS TIPOS – PARTE 1”

"" was added to wishlist