INSTAGRAM: O QUE MUDOU E O QUE ACHAMOS

Na última terça-feira (30/04), o Instagram anunciou algumas novidades: adesivo de doação, atualizações nas fotos dos stories e remoção da contagem de curtidas.

Com o adesivo de doação, os usuários poderão angariar fundos para organizações sem fins lucrativos. Ele pode ser acessado como qualquer outro, através dos stories selecionando o ícone. Segundo a plataforma, 100% do dinheiro arrecadado irá para essas organizações. Antes, o recurso de compras estava disponível apenas para vendas de produtos.

 

Fonte: B9/Adweek

 

A segunda atualização é o novo visual da câmera dentro dos stories, que traz novas ferramentas de edição e alternativas para compartilhar fotos e vídeos.

 

Fonte: B9/Adweek

 

Por fim, a alteração mais comentada é a remoção dos likes. A partir do próximo fim de semana será iniciado um novo teste que ocultará o número de curtidas de fotos e vídeos postados no feed. O teste será iniciado no Canadá e a alteração tem como objetivo promover a conexão através do conteúdo e não dos números. Vale destacar que o proprietário da conta ainda terá acesso ao número de likes dos seus posts, ele apenas não será visível pelos seguidores. Entretanto, ainda não se sabe quando essa atualização vai chegar por aqui.

 

E o que a gente acha de tudo isso?

 

As primeiras duas novidades, doação e novos recursos nos stories, não são muito polêmicas. Têm sido consideradas melhorias da plataforma e foram pouco discutidas pelos usuários do Intagram, concorda?

 

A questão em debate é a remoção de likes em fotos e vídeos do feed, então vamos lá!

 

Prós – o maior pró de todos, e citado como justificativa para a alteração, é tirar a pressão por likes de cada post. Desta forma, o usuário fica livre para postar o que gosta no lugar de posts focados unicamente nos likes que vai ganhar. Essa pressão também é tirada, de certa forma, dos ombros de quem trabalha com social media. Se tudo funcionar bem, pode ser uma mudança positiva de foco para o conteúdo dos posts.

 

Contras – o maior contra que se pode pensar logo de cara diz respeito aos perfis que compram seguidores. Antes ficava muito fácil de perceber quem tinha um engajamento terrível e likes de pessoas, digamos, “suspeitas”. Agora, tendo acesso somente ao número de seguidores do perfil, fica difícil de saber logo de cara quem compra seguidores. O segundo contra, ainda nessa linha de pensamento, é o trabalho das empresas que procuram influenciadores para parcerias. Agora uma olhada no perfil não será suficiente para uma triagem, sendo necessário pedir as informações ao influenciador para entender o perfil em questão.

 

Apesar dos contras citados, é sempre possível olhar o perfil e analisar o conteúdo disponível. Quem não possui seguidores reais (provavelmente) não tem um conteúdo coerente com o número de seguidores que aparece no perfil.

 

E vocês, o que acharam dessa mudança?

 

 

Fontes: B9, Tecnologia & Games, VIX

 

 

ARTIGO RELACIONADO

Written By

Botica Beauté

administrator

Be the first to comment “INSTAGRAM: O QUE MUDOU E O QUE ACHAMOS”

"" was added to wishlist